Gestão financeira no sindicato

A Gestão Financeira em Sindicatos merece um foco específico, pois sindicatos são órgãos necessários para negociar e reivindicar os direitos dos trabalhadores e precisam ter credibilidade neste setor. Por isso, assim como o governo e instituições baseadas na democracia, é importante manter total transparência na gestão de gastos, para não gerar desconfianças e garantir a credibilidade da entidade para os seus associados.
Para isso, é necessário compreender totalmente o processo de conquista de recursos financeiros para cada sindicato, quais são as prioridades e como eles são gastos, já que é fundamental que todos os responsáveis sigam as normas de fiscalização que existem na gestão financeira sindical, utilizando o dinheiro da forma mais adequada possível.

Recursos dos sindicatos

Os sindicatos recebem os recursos financeiros até o dia 15 de cada mês, quando ocorre a solicitação formal (assinada pelo Coordenador e Tesoureiro) e limitado a 10% da arrecadação do mês anterior do sindicato.
As entidades estão livres de pagar certos impostos, o que representa uma grande economia de recursos, como os impostos de Renda (IR), Predial e Territorial Urbano (IPTU), sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), sobre Serviços (ISS) e sobre Produtos Industrializados (IPI). Apesar disso, os sindicatos não estão isentos de de outras obrigações, como taxas e contribuições.
As principais fontes de renda dos sindicatos incluem as contribuições dos associados, assistencial (fixada por assembleia da categoria) e a sindical (sendo um dia de trabalho por ano e paga por todos os trabalhadores obrigatoriamente por lei).

Transparência na gestão financeira em sindicatos

A transparência dos processos financeiros da maior credibilidade e confiança ao associado, em relação à entidade. Isso porque mostra uma boa representabilidade e administração das contribuições. Se a organização não é capaz de demonstrar seus gastos, força e confiança, sua gestão pode perder credibilidade e ser questionada.
Entidades sindicais precisam participar de viagens e eventos, tornando essencial a total organização do departamento financeiro, para que não gaste mais do que possui. A equipe designada para o gerenciamento deve ser qualificada e estar disposta a mostrar todos os processos e transações comerciais de forma clara, pois a verba do sindicato deve ser dividido entre todas as contas, projetos e viagens, para que tenha valores limites bem delimitados.
Abrir o acesso às contas do sindicato mostra honestidade, tornando a gestão mais transparente, o que gera credibilidade e pode aumentar a arrecadação ainda mais. Também é importante utilizar um sistema que possa controlar o financeiro e os sistemas ligados a ele, tornando mais fácil e seguro. Sistemas de gestão evitam trabalho dobrado dos funcionários, automatizam processos e melhoram a qualidade das informações.

Software de gestão

Para ser transparente na sua gestão é essencial produzir relatórios financeiros claros, que mostre total controle das finanças. Um software de gestão vai auxiliar o sindicato neste sentido, dando uma solução completa e unindo os setores de forma consistente.
Softwares próprios para sindicatos permitem:
+ o cadastro dos filiados,
+ controle jurídico,
+ envio de e-mail aos filiados,
+ gerenciamento de agenda,
+ grande controle de finanças e do patrimônio.
Você já possui um software de gestão? Caso precise de um, o SINDIS é especialmente desenvolvido para sindicatos, confira mais sobre esse serviço aqui.

site sindicato

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Campos obrigatórios ( *)

Você pode utilizar estes HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

limpar camposEnviar